Estrada do Encanamento, 675.

Casa forte

info@emporiopernambucano.com.br

Tel: (81) 9 7914-3028

© 2015 por Empório Pernambucano

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon

Maracatu Cambinda Brasileira

 

O Maracatu Rural também conhecido como Maracatu de Baque Solto surge na zona da mata de Pernambuco e tem como seu principal figura o caboclo de lança, que é um dos símbolos mais fortes da cultura do estado. É herança secular e motivo de muito orgulho e admiração para os seus participantes, formados por pessoas simples, em sua maioria trabalhadores rurais da zona da mata Pernambucana, cuja atividade é o corte da cana.

 

O Maracatu mais antigo em atividade no país é o Cambinda Brasileira com sede no engenho Cumbé em Nazaré da Mata que este ano completou 100 anos de existência.

 

As imagens desse artigo foram registradas no ensaio do Maracatu Rural Cambinda Brasileira na cidade de Nazaré da Mata no dia 01 de abril, domingo de páscoa,  pelo fotógrafo e Prof. Rennan Peixe.

 

Conheça o Empório Pernambucano

A história do Cambinda Brasileira começou no Engenho Cumbé. A dona da propriedade, conhecida como Dona Rosinha, permitia que os trabalhadores “brincassem maracatu” no domingo de folga. Gostava de ver e pedia que eles se apresentassem na Casa Grande. Em 1918, a cidade de Nazaré da Mata passou por um ano de crise. Sem ter o que comer, a alternativa era pescar. As tarrafas vinham cheias de cambinda e o peixe acabou dando nome ao maracatu. Primeiro se chamou Cambinda Nova e depois Cambinda Amorosa até Dona Rosinha sugerir homenagear o País, mudando para Cambinda Brasileira.

Sem registros escritos, o que se conhece hoje sobre as primeiras décadas do folguedo é baseado em história oral.

Ao longo do último século, o grupo tem trabalhado no sentido de preservar a genuína cultura popular nordestina.

São as mesmas mãos que cortam cana, lavram a terra e carregam peso, que bordam as golas de caboclo, cortam fantasias, enfeitam guiadas, relhos e chapéus.

 

Composta principalmente por artistas anônimos, durante décadas, o maracatu Cambinda Brasileira parece não ter sofrido muito a ação do tempo, guardando hábitos que se confundem com a própria história da cultura popular, direto do terreiro do engenho Cumbé, em Nazaré da Mata.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

#LeiaMais

Neste ano do centenário da agremiação o Jornal do Comércio fez um especial sobre o Maracatu Cambinda Brasileira

http://especiais.jconline.ne10.uol.com.br/maracatucambinda/

 

Página oficial do Maracatu Cambinda Brasileira:

https://www.facebook.com/maracatucambindabrasileiraoficial/?ref=br_rs

_________________________________________________________________________________________

CONHEÇA NOSSA MERCEARIA ONLINE

________________________________________________________________________________

 

Rennan Peixe é Fotógrafo e Professor da Rede Estadual do estado

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Blog

Posts em Destaque

Engenho São Pedro e a produção de Cachaça ecologicamente correta

May 5, 2018

1/10
Please reload

Arquivos
Please reload

Siga nos
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon