Estrada do Encanamento, 675.

Casa forte

info@emporiopernambucano.com.br

Tel: (81) 9 7914-3028

© 2015 por Empório Pernambucano

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon

Munguzá: uma delícia junina herdada das senzalas

Munguzá no Nordeste ou canjica no Sul e no Sudeste do país, uma delícia junina que não pode faltar nesta época do ano. É um prato feito basicamente com grãos de milho branco ou amarelo, cozidos em leite, acrescidos de açúcar e coco. Segundo nossa pesquisa, o munguzá é uma de origem africana, derivada da locução mu'kunza, 'milho cozido'. Costume alimentar que herdamos das senzalas, foi sendo modificado ao longo dos anos, recebendo influências de acordo com a região. Existem versões acrescidas de amendoim, coco ralado, paçoquinha, leite condensado etc.

 

 

Antigamente era feito salgado, misturado à linguiça e charque. Em algumas cidades nordestinas do interior o munguzá ainda é feito na versão salgada, mas é na sua forma doce, com leite de coco e canela que a iguaria é conhecida em todo o Brasil.

 

O típico café da manhã pernambucano além de sucos e frutas regionais de pitanga, caju, graviola, entre outros, tem tapioca com coco ou queijo de coalho, cuscuz de milho, arroz doce, fatia dourada (rabanada), banana comprida cozida, macaxeira, inhame ou batata doce, acompanhados de charque frita com cebola ou carne de sol assada. Claro que o munguzá tem seu papel de destaque nessa farta mesa regional e nós que moramos por aqui, estamos sempre degustando um munguzá aqui e ali. Delícia!

 

 

Ai vai uma versão de munguzá (canjica), feito com milho branco e leite condensado, que é sucesso em qualquer casa. Espero que vocês gostem.

 

Ingredientes: 500g de milho branco para canjica ou munguzá; água para cozinhar; canela em pau a gosto; cravo da índia a gosto; 2 litros de leito integral; 1 vidro grande de leite de coco; 2 latas de leite condensado; 1 colher de café de sal

 

 

Modo de fazer: cate a canjica, retirando os grãos escuros. Lave em água corrente, escorra numa peneira e coloque de molho numa vasilha para amolecer os grãos, cobrindo com água, passando uns 3 dedos.

 

 

No dia seguinte, coloque a canjica numa panela de pressão e complete com mais água. A água deve cobrir a canjica passando mais uns 4 dedos. Coloque paus de canela e cravos da índia e leve para cozinhar por cerca de 30 minutos ou até a canjica ficar bem macia. Certifique-se de que a água da panela não seque durante o cozimento, para não grudar no fundo da panela, estragando a canjica!

 

 

Depois que a canjica estiver cozida, apague o fogo, deixe a panela baixar a pressão e abra com segurança. Coloque a canjica numa panela comum maior, acrescente leite, leite condensado e sal. Deixe ferver, acrescente o leite de coco, mexendo sem parar para não grudar no fundo da panela. Prove o caldo e veja se precisa acrescentar mais leite condensado ou açúcar. Deixe cozinhar até o caldo engrossar e ficar bem cremoso.

 

 

Pronto, agora é só servir quentinho ou em temperatura ambiente. Se gostar polvilhe canela em pó. Rendimento: 20 porções

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Blog

Posts em Destaque

Engenho São Pedro e a produção de Cachaça ecologicamente correta

May 5, 2018

1/10
Please reload

Arquivos
Please reload

Siga nos
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon